REFUGIADO – Em seminário, Cátedra Sérgio Vieira de Mello debate questões sobre refúgio na pandemia

Em comemoração ao Dia Mundial do Refugiado, celebrado no dia 20 de junho, a Cátedra Sérgio Vieira de Mello da UNISANTOS realizou, na quinta-feira (18), o Seminário “Pessoas Refugiadas e a Pandemia da Covid-19”. Com o objetivo de apresentar os trabalhos e ações internas produzidas pela Cátedra e debater a questão do refúgio neste tempo de pandemia, o webinar contou com a participação de docentes, estudantes e pesquisadores da instituição.

 

O evento contou com a participação da professora doutora Liliana Lyra Jubilut, do Programa de Mestrado e Doutorado em Direito da UNISANTOS. Pesquisadora nas áreas de Direito Internacional, Direito Internacional dos Refugiados, Direitos Humanos, Direito Humanitário e Humanitarismo, ela tem atuação e formação acadêmica no Brasil e no exterior. Participaram também a docente do Programa de Mestrado e Doutorado em Saúde Coletiva, do Mestrado Profissional de Psicologia e Políticas Públicas e do curso de Psicologia, a professora doutora Silvia Viodres Inoue; a doutoranda em Direito da UNISANTOS, Rosilandy Lapa; além da docente do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, a professora doutora Denise Martin Coviello, que foi a responsável por mediar o webinar.

 

POLÍTICAS – Apresentando a temática “Pessoas Refugiadas e a Pandemia da Covid-19: Impactos, Desafios e Bons Exemplos de Proteção”, a professora Liliana Jubilut compartilhou um diagnóstico de como as pessoas em situação de refúgio vêm sendo mais afetadas ainda pela pandemia, pela ausência de uma série de políticas necessárias. Ela ainda destacou que a Covid trouxe outros desafios para diversos setores da sociedade que atuam com essa temática.

 

Egressa do curso de Relações Internacionais e doutoranda da UNISANTOS, Rosilandy Lapa comentou as dificuldades enfrentadas pelos refugiados na cooperação neste período. Destacando o tema “Fechamento de Fronteiras e a Proteção de Pessoas Refugiadas na Pandemia da Covid-19”, ela também ressaltou alguns documentos do ACNUR que ilustram a situação que os migrantes forçados vêm sendo expostos ao longo dessa crise mundial.

 

Destacando os desafios encontrados na área da saúde durante essa pandemia e a saúde das pessoas em situação de refúgio nesse momento, à pesquisadora Silvia Inoue apresentou algumas ações elaboradas no enfrentamento dessa crise da Covid-19, além de comentar sobre iniciativas e estratégias adotadas no Brasil.

 

Workshop- Dando continuidade ao evento, foi realizado um workshop com a apresentação de uma série de pesquisas desenvolvidas por integrantes da Cátedra Sérgio Vieira de Mello e por estudantes que integram o Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas da UNISANTOS.