RECONHECIMENTO – Estudantes de Arquitetura e Urbanismo destacam as contribuições das arquitetas do movimento moderno internacional 

Com o objetivo de destacar a contribuição da mulher na arquitetura do movimento moderno internacional, os estudantes do 5º semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo da UNISANTOS apresentaram, no dia 12 de junho, os resultados das suas pesquisas durante o Seminário “Arquitetas do Movimento Moderno Internacional”. Realizado de maneira remota e aberto ao público, o evento possibilitou aos estudantes compartilhar recortes sobre a trajetória e contribuições das arquitetas Beverly Greene; Charlotte Perriand; Eileen Gray; Julia Morgan; Lilly Reich; Margarete Schütte-Lihotzky; Marianne Brandt; Marion Mahony Griffin; Norma Merrick Sklarek; Sophia Hayden Bennett.

 

Divididos em grupos os discentes foram orientados pelo docente da disciplina, o professor mestre Denis Ferri da Silva, responsável pela disciplina de Teoria e História da Arquitetura e do Urbanismo V. Executado ao longo deste semestre, as pesquisas que serão transformadas em artigos e publicadas retrataram todo caminho de luta das personagens e todo papel como percussoras na área e nas reformas progressista da época. Além disso, os trabalhos evidenciaram a compreensão das grandes narrativas históricas, sobretudo através da produção manualística, da trajetória intelectual, desde as genealogias, posições, aproximações e embates recíprocos.

 

REVISÃO – Segundo o professor Denis Ferri, a ideia deste exercício foi promover uma revisão histórica desses nomes importantes que contribuíram com a história desta arquitetura no mundo. “Conhecemos o papel de alguns homens nessa área, mas não da mulher, que muitas vezes eram renegadas na área e a luta dessa classe fez com que isso se transformasse”, ressaltou o docente.

 

O mestre em História e Fundamento da Arquitetura e Urbanismo também explicou que Arquitetura e Urbanismo não é apenas técnica e que diversas questões também envolvem a área. “Arquitetura não é só técnica e essas questões que debatemos também influenciam na área. Política, luta e estudo e tudo o que foi debatido faz parte da Arquitetura e Urbanismo”.