MERCADO- Em comemoração ao Dia do Biólogo, curso de Ciências Biológicas discute os desafios da profissão

Com objetivo de apresentar um pouco mais sobre a atuação do profissional da área Ambiental, o curso de Ciências Biológicas da UNISANTOS realizou, no dia 31 de agosto, o bate-papo “Biólogos na Área Ambiental: Um bate-papo sobre as oportunidades e desafios”. O evento, que marcou a comemoração do Dia do Biólogo, celebrado em 3 de setembro, contou com a participação de estudantes, docentes e profissionais da área.

 

Para debater sobre as oportunidades, os desafios e as formas de ingressar na área Ambiental, o evento teve como convidado o sócio proprietário da empresa Biotropica Consultoria Ambiental, Renato Augusto Junqueira Gaiga, e contou com a mediação do coordenador do curso da UNISANTOS, o professor doutor Rodrigo Trassi Polisel.

 

Especialista em herpetologia, área que estuda os repteis e anfíbios, o convidado apresentou um pouco mais sobre o seu trabalho realizado dentro da mata, e dos desafios encontrados nessas expedições. Segundo Renato Gaiga, antes do profissional ser apaixonado por este segmento ele deve estar disposto a estudar, já que a biologia conta com uma alta diversidade.

 

CONHECIMENTO – Independente da área em que o estudante irá optar, o biólogo também ressaltou que os futuros profissionais devem investir nas suas carreiras por meio de cursos, leitura de artigos e produções de pesquisas. “Se você deseja seguir na área ambiental, seja otimista e corra atrás dos seus objetivos. Não fique apenas nos muros da sala de aula e tente entender o mercado, conversando com professores e profissionais para que eles orientem você a achar um caminho nessa área”, recomendou.

 

Destacando a importância do biólogo na sociedade, o professor Rodrigo Polisel comentou que a área ambiental tem diversas formas e oportunidades para os estudantes que desejam ingressar neste segmento. “Dentro dessa área ambiental, você pode atuar no levantamento e análise de mata e flora entre outras partes, mas o principal para ingressar neste segmento da biologia é a proatividade”, disse aos estudantes.