HOMENAGEM – No Dia do Enfermeiro, UNISANTOS também é reconhecida pela trajetória de sucesso na formação

Enfermeiros estão na linha de frente para auxiliar na recuperação dos contaminados pela Covid-19

Incansáveis no exercício profissional, os enfermeiros ganharam maior visibilidade e, ao lado de outros profissionais da área da saúde, são reconhecidos como verdadeiros heróis. Atualmente, estão na linha de frente para auxiliar na recuperação dos contaminados pela Covid-19, mas sempre exerceram um papel essencial nas ações de prevenção, promoção e reabilitação da saúde. Neste dia 12 de maio, Dia Internacional da Enfermagem e Dia do Enfermeiro, o curso de Enfermagem da UNISANTOS também deve ser lembrado pela trajetória de sucesso na formação de centenas de profissionais de enfermagem que atuam em todo o País.

 

Atualmente, Nelma coordena Unidade de Pronto Atendimento em Praia Grande

Nelma Ribeiro Tavares Matias é um dos exemplos de egresso em destaque no mercado de trabalho, que reconhece os diferenciais do curso da UNISANTOS.  Graduada em 2014, ela atuou durante três anos no pronto socorro do Complexo Hospitalar Irmã Dulce e, neste ano, assumiu a coordenação de uma Unidade de Pronto Atendimento do município de Praia Grande.  Atenta à importância da qualificação permanente, fez pós-graduação em Enfermagem em Urgência e Emergência no Albert Einstein e cursa atualmente pós-graduação em Gestão Hospitalar.

 

Nelma Matias

LEMBRANÇAS – “Me recordo de todos os professores e confesso que foram verdadeiros mestres e orientadores, e continuam presentes na minha vida profissional e pessoal.  Tenho inúmeras lembranças da UNISANTOS, aonde fiz muitos amigos, alguns até hoje próximos”, diz Nelma Matias, que veio de Ponte Alta do Tocantins (Portal do Jalapão) para estudar na UNISANTOS. A acolhida na instituição foi um diferencial que causou surpresas. Uma delas foi quando recebeu o convite, no segundo ano, para exercer a monitoria em Bioquímica e, posteriormente, em Bioestatística.

 

Sobre o Dia do Enfermeiro e a semana dedicada à Enfermagem, Nelma revela: “viver este período de tamanhos desafios decorrentes da pandemia é mais uma batalha na nossa arte de cuidar e tenho fé que iremos vencer. Estamos na linha de frente e temos que, enquanto líderes, manter o equilíbrio e passar para todas as nossas equipes a conscientização de que tenhamos uma assistência humanizada e devida à população, com foco na qualidade. Confesso que as estatísticas às vezes nos assustam, todavia, prefiro focar nas medidas de prevenção, gerir a equipe de enfermagem na assistência aos clientes internos e externos, de modo a entregar o melhor”.

 

Formada por estudantes de Enfermagem, Liga Acadêmica de Controle da Tuberculose realiza ações de busca ativa e orientação

PAPA FRANCISCO – No mês de janeiro, o Papa Francisco rezou pelos enfermeiros, declarando que a enfermagem é “uma das mais nobres profissões”. Designado pela Assembleia Mundial da Saúde do ano passado, 2020 é considerado o Ano Internacional dos Profissionais de Enfermagem. O marco comemorativo tem o objetivo de reconhecer o trabalho e defender mais investimentos, como melhoria das condições de trabalho, educação e desenvolvimento profissional.

 

Joice Fernandes

Coordenadora do curso de Enfermagem, a professora mestre Joice Maria Pacheco Antonio Fernandes explica que os enfermeiros são insubstituíveis, principalmente em momentos como o atual, da pandemia de Covid-19.  “Alguns médicos conseguem fazer atendimentos online, já os enfermeiros seguem prestando cuidados integrais aos pacientes nos hospitais”.

 

Docente na instituição há 30 anos, ela fala com orgulho dos diferenciais do curso da UNISANTOS, que mantém estágios curriculares de ensino clínico com carga horária acima da que é recomendada pelo Ministério da Educação. Ele prepara o estudante, desde a enfermagem básica, no atendimento ao paciente, até na formação de liderança com desenvolvimento de estratégias para trabalho em equipe. “Ele é o mais antigo na região, tem intensa participação no campo da pesquisa e conquistou nota máxima, na mais recente avaliação do MEC”, destaca a professora Joice.

 

Moisés de Luna

PRATAS DA CASA– Mantendo uma relação afetuosa com os egressos, a coordenadora conta que as redes sociais facilitam no contato e que muitos são convidados a voltar à instituição para ministrar palestras e compartilhar experiências como profissionais da saúde.

 

Os que optam pela docência, também encontram espaço na instituição. Em agosto, o professor Moisés Felipe Pereira Gomes de Luna completa dois anos de atuação no curso de Enfermagem da UNISANTOS. Ele é da turma de 2011 e seguiu nos estudos e na atuação profissional na área de Terapia Intensiva e Cardiologia. Mestre em Ciência, é doutorando em Ciências da Saúde.