EXTENSÃO – Líderes do Movimento Nacional População de Rua visitam a Clínica Integrada de Saúde da UNISANTOS

Líderes do MNPR visitaram a Clínica Integrada de Saúde e conheceram o atendimento realizado no espaço

A UNISANTOS recebeu, no último dia 1, a visita dos coordenadores nacional e estadual do Movimento Nacional População de Rua (MNPR), Darcy da Silva Costa e Edvaldo Gonçalves de Souza, respectivamente. Acompanhados pela psicóloga Marilda Paixão Isaías dos Santos, que atua na Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Santos, os líderes do MNPR conheceram a infraestrutura da Universidade e os serviços oferecidos pela Clínica Integrada de Saúde (CIS) da UNISANTOS, que atende pessoas em situação de rua.

 

Para Darcy, a iniciativa da Universidade deve ser exemplo para outras instituições e para toda a sociedade. Ele explica que encontrar locais para obter cuidados relativos à saúde é um dos maiores desafios para as pessoas em situação de rua. “Isso é uma grande dificuldade para a população de rua, o acesso à saúde, principalmente nessa questão da prevenção. Essa ação da Universidade é muito boa. O desafio é “linkar” isso com o serviço social e com a sociedade em geral, para assim garantir o direito à saúde de forma ampla”, comentou.

 

Coordenador estadual do MNPR, Edvaldo Souza elogiou a infraestrutura da UNISANTOS e o atendimento integrado promovido pela Clínica. “Quando estamos na rua, não temos autoestima e são muitos os problemas de saúde, desde a parte da nutrição até a psicológica. Esse tipo de atendimento é algo diferente, pois quando se trata de população de rua o comum é porta fechada. Isso é uma conquista para a cidade e para a população de rua da região”, argumentou.

 

Os líderes do Movimento Nacional População de Rua revelaram que têm visitado a Baixada Santista frequentemente com o objetivo de estabelecer o movimento na região. Eles dizem que têm encontrado algumas pessoas com perfil de liderança e que a tendência é o MNPR se consolidar na Baixada Santista. “Já tivemos reuniões e eles estão interessados, pois querem ter sua cidadania de volta. Esse tipo de atendimento da Universidade pode contribuir acelerando esse processo”, explicou Souza.

 

CLÍNICA INTEGRADA –  A visita à Clínica Integrada de Saúde (CIS) foi acompanhada pela diretora do Centro de Ciências Sociais Aplicadas e Saúde, professora mestre Flávia Henriques; pela coordenadora do curso de Nutrição, professora mestre Valdete Lemes Stivanin; e pela professora doutora Luzana Mackevicius Bernardes, do curso de Enfermagem. O espaço oferece atendimento integrado, totalmente gratuito, dos programas de extensão do Núcleo de Farmácia Clínica, Ambulatório de Nutrição, Clínica-Escola de Psicologia e Ambulatório de Enfermagem. Os serviços são voltados para a população em geral. No caso de pessoas em situação de rua, após o atendimento, a clínica faz, quando necessário, os encaminhamentos para os demais serviços de saúde do município.

Atendimento via chat
Atendimento via chat