Estudantes do curso de Nutrição criam produtos alimentícios inovadores para o controle e tratamento de determinadas patologias

Estudantes e docentes do curso de Nutrição reunidos, no Laboratório de Gastronomia e Nutrição, após a apresentação dos produtos

 

Estimulando a criatividade e colocando em prática conhecimentos adquiridos ao longo do ano, estudantes do 6º semestre do curso de Nutrição apresentaram, no último dia 23, produtos alimentícios criados com objetivo de auxiliar no controle e tratamento de determinadas patologias. Fruto de um trabalho interdisciplinar, os produtos desenvolvidos, foram: hambúrguer bovino com baixo teor de sódio para idosos hipertensos; muffim de cenoura com brigadeiro de batata doce destinado as crianças que tem baixa reserva de vitamina A; empada com cálcio para mulheres na menopausa que desenvolvem osteoporose; churros com baixo teor de carboidratos, para controle de crises de epilepsia em crianças; e coxinha como alimentação saudável para adolescentes obesos.

 

Futuras nutricionistas apresentaram suas criações aos colegas de turma

Os estudantes fizeram a exposição dos produtos, com foco nas propriedades nutricionais e desafios da atividade que envolvia também a criação de embalagens e estratégias de marketing. Eles foram orientados pelas professoras doutoras Rosângela Bampa Schattan (Marketing Nutricional) e Renata Doratioto Albano (Nutrição Social), e pela professora mestre Fabiana Sanches da Mota Ribeiro (Dietoterapia).

 

Projeto interdisciplinar visa estimular a criatividade dos estudantes

A estudante Juliette Serrat Moraes, do grupo que criou a empada com cálcio, destacou que o desafio estimulou a criatividade e contribuiu para que pudesse colocar em prática todas as matérias aprendidas no curso. Ela contou que a ideia partiu da observação de mulheres na menopausa que desenvolvem osteoporose, e por não existir um produto alimentício que fosse rico em cálcio. “Fizemos um estudo e percebemos que essas mulheres consomem pouco cálcio de fontes lácteas, então pensamos numa empada que é algo que todo mundo gosta”, finalizou.

 

Com o intuito de produzir um alimento que possuísse baixo teor de sódio e fosse de fácil mastigação para as pessoas mais velhos, o grupo “Mr Burguer” considerou na elaboração do produto o crescimento no número de idosos hipertensos. “A hipertensão é muito perigosa porque acarreta outras doenças. É preciso dar atenção à alimentação dos idosos”, disse a estudante Eduarda Vaz Viana Souza. Ela ainda destacou que participar dessa atividade contribui também para sua vida profissional. “Esse registro vou levar para fora da faculdade. Quando criar um produto, sei como funciona a legislação, a vigilância sanitária, a criação de uma embalagem e toda a ficha técnica”.

 

PRODUTOS –  “Mr Burguer”, criado pelas estudantes Camila Gonçalves Battista, Bruna Oliveira Rodrigues, Yu Chang Cha e Luiza de Miranda Poitena Alves; “Coxinha Leve”, de  Robson Gonçalves Figueiredo, Camille Medeiros, Juliana Carvalho e Lilian Paixão; “Empada Queen”, de Juliette Serrat Moraes, Elidia Olimpio, Beatriz Silva Nunes, Luciana Crispin Brasuschi de Freitas, Verônica da Silva Andrade e Fabiana Veloso dos Santos; “Muffim Corota”, de Eduarda Vaz Viana Souza, Larissa Gonçalves, Gustavo Lopes, Nickolas Carvalho, Breno Kenzo e Lais Azevedo; e “Super Churrão”, de Vitória Pinto, Sabrina Rivera, Isabella Zaitun, Thais Araújo e Juliana Lopes

Atendimento via chat
Atendimento via chat