CULTURA: Workshop Orquestral prepara futuros músicos para apresentação final no próximo dia 16, no Campus Dom Idílio José Soares

Parte do grupo que participa das oficinas no laboratório do curso de Música da UNISANTOS

As notas musicais executadas mais de uma vez, que ecoavam nos instrumentos de sopro e corda, com o objetivo de preparar os melhores arranjos para uma apresentação, são algumas das marcas do Workshop Orquestral 2018. Promovido pelo Projeto Cultural UNISANTOS, o evento teve início no último dia 2 e segue até o próximo dia 16, quando os participantes realizarão, a partir das 17 horas, a apresentação final, aberta ao público em geral, que conta com a participação de estudantes da Universidade, membros da Orquestra Sinfônica Jovem UNISANTOS e amantes da música.

 

Aperfeiçoando notas, movimentos e técnicas utilizadas por uma Orquestra, os músicos orientados pelo maestro Beto Lopes se reuniram pela segunda vez na tarde de ontem (9), para dar continuidade aos ensaios das peças que serão apresentadas no último dia do Workshop, no Campus Dom Idílio José Soares (Avenida Conselheiro Nébias, 300).

 

Preparação durante workshop exige foco e trabalho em equipe

Convidado por uma amiga para participar do evento, Luiz Matheus Mendes Alonso está tendo a oportunidade de pela primeira vez testar a mistura do tradicional violão com os instrumentos clássicos. Empolgado para apresentação final, em que poderá mostrar os arranjos ensaiados, o jovem declarou que mesmo com pouco tempo de vivência da Orquestra formada para apresentação, os encontros são altamente produtivos. “Além de valorizar e divulgar a música, que é algo muito difícil nos dias de hoje, o evento apresenta diversos arranjos e ensinamentos que são extremamente produtivos para a produção da nossa apresentação”, concluiu.

 

ORQUESTRA JOVEM – Participando pela primeira vez do Workshop e levando o som do saxofone, a estudante do 2º semestre do curso de Enfermagem da UNISANTOS, Patrícia de Miranda Moura, comentou que o evento faz com que os participantes tenham a oportunidade de vivenciar novas experiências dentro da música. Membro da Orquestra Sinfônica Jovem UNISANTOS, ela ainda ressaltou que a iniciativa de promover os encontros é extremamente motivadora. “Acredito que essa iniciativa é muito boa, porque ela motiva os jovens a vivenciarem um pouco do que é uma Orquestra e a testarem novas experiências dentro da música”, finalizou.