O Curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Saúde Coletiva é reconhecido e recomendado pela Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação, com nota 4, conforme decisão do CTC/ES, nos termos da sua 142ª. reunião, ocorrida entre 10 e 14 de dezembro de 2012, e publicada no Portal Capes em 19 de dezembro de 2012.

A área de concentração do Curso de Doutorado em Saúde Coletiva é Saúde, Ambiente e Mudanças Sociais. As linhas de pesquisa são três: Avaliação de Exposição ao Risco Ambiental (Linha de Pesquisa I); Política, Condição Social e Saúde (Linha de Pesquisa II); e Populações em Condição de Vulnerabilidade (Linha de Pesquisa III).

O Curso de Doutorado em Saúde Coletiva decorre da experiência adquirida pelo seu corpo docente na execução de pesquisas na região da Baixada Santista e, também, de um novo cenário decorrente de mudanças culturais, sociais e econômicas na região. Entre estas mudanças, destaca-se a descoberta das reservas de petróleo do pré-sal e o consequente redesenho da apropriação do espaço; das reformulações dos processos produtivos; da intensificação das atividades portuárias; dos novos perfis de exploração e utilização do meio; e, finalmente, pelas novas dinâmicas de circulação de pessoas, culturas e mercadorias.

O Curso de Doutorado em Saúde Coletiva se constituiu para fazer frente aos possíveis impactos sobre a saúde da população da região causados por essa nova realidade.

OBJETIVOS
Produção de conhecimento científico sobre a realidade da saúde no Brasil e na Baixada Santista.
Capacitação de docentes das instituições de ensino superior.
Capacitação de profissionais que atuam na área da saúde, sob a ótica da Saúde Coletiva.
Incorporação de docentes e alunos dos cursos de graduação da Católica de Santos, favorecendo sua integração às atividades de pesquisa.

TEMAS
Contaminação ambiental no estuário de Santos
Contaminação do HIV na população da região da Baixada Santista
Modelos de atenção à saúde
Políticas públicas sociais relativas à saúde no contexto do Brasil e da Baixada Santista
Saúde de grupos em situação de vulnerabilidade

COORDENADORA
Profª. Drª. Cláudia Renata dos Santos Barros

SECRETARIA ACADÊMICA
Campus Dom Idílio José Soares
Atendimento: De 2ª a 6ª-feira, das 9h às 11h30 e das 17h às 21h; aos sábados, das 9h às 11h e das 13h30 às 15h30
Telefone: (13) 3205-5555 – ramal 1388
E-mail: saudecoletiva@unisantos.br