EXTENSÃO – Estudante do curso da Terceira Idade comemora 99 anos com festa na UNISANTOS

Com o clima de alegria e descontração, acompanhado de bolo e guaraná, o dia 6 de março foi marcado por muita emoção. Completando quase um século de vida, Júlia Abdala Gomes, do curso de extensão da Terceira Idade da UNISANTOS, ou dona Julinha, como é conhecida, comemorou seu aniversário de 99 anos na Universidade, com direito a música, poesia e muitas homenagens.

 

A festa surpresa foi organizada pelo Grêmio, presidido por Maria Ede Catani Antunes, com apoio do curso de Extensão da Terceira Idade da UNISANTOS. O evento reuniu amigos, familiares e docentes do curso, para celebrar essa data tão especial. No repertório, “Coisas que eu amo”, trilha sonora do filme “A Noviça Rebelde” e “Amigos para sempre”, de Andrew Webber e Don Black, foram cantadas pelos estudantes do curso para a aniversariante. Além das músicas, a estudante Nanci de Faria Paiva recitou uma poesia que escreveu especialmente para sua amiga, a partir de uma conversa que surgiu entre as duas há alguns anos.

 

Estudantes, familiares e docentes comemoram durante a festa organizada pelo Grêmio da Terceira Idade

Surpresa pela homenagem, a aniversariante Júlia Abdalla disse que todo esse reconhecimento por parte da turma foi extremamente gratificante. Há 17 anos frequentando o curso, ela ainda ressaltou que essas ações e o carinho de todos da Universidade contribuem para que ela continue nas aulas. “Foi muito bonito receber essa homenagem. Eu gosto muito do ambiente, dos professores e dos colegas de turma. Me deixa ainda mais animada para continuar no curso”, finalizou.

 

Muito emocionada, Camila Gomes Neto, neta de dona Julinha, contou que são os relacionamentos que mantêm uma pessoa viva, feliz e disposta. “Ela ter entrado na faculdade aos 82 anos, que é justamente uma fase em que já está ficando mais difícil o dia-a-dia, trouxe de novo uma vontade de continuar vivendo cada dia de uma forma alegre e feliz. É por isso que ela está aí, firme e forte. Sendo uma inspiração para todo mundo”.

 

Para o filho Edmar Gomes, o curso de extensão contribuiu muito na vida da mãe. “É um dos pilares, alicerces da vida dela vir à Terceira Idade. É muito importante para ela. Essa é a melhor idade”, contou.