SAÚDE – Curso de capacitação da UNISANTOS integra o Relatório Nacional do Ministério da Saúde

Relatório foi lançado pelo Ministério de Saúde

Promovido pela UNISANTOS, o curso “Qualificação dos profissionais de saúde para atuação no caso da contaminação ambiental na região da Baixada Santista” consta na edição deste ano do Relatório Nacional do Ministério da Saúde sobre ““Experiências Exitosas em Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Agrotóxicos no Brasil”. Fruto de parceria com o Ministério Público Federal, Divisão de Doenças Ocasionadas pelo Meio Ambiente do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Secretaria de Estado da Saúde e secretarias de Saúde dos municípios de Guarujá e São Vicente, ele qualificou, em 2015, 103 trabalhadores da área da saúde, de nível médio, e 126, de nível superior, além de moradores das duas cidades.

 

Desenvolvido por meio de estudos do Grupo de Avaliação e Exposição e Risco Ambiental, do Programa de Pós-Graduação Stricto Senso em Saúde Coletiva da UNISANTOS, que apontaram a necessidade de capacitar agentes de saúde e moradores desses municípios, o curso teve como objetivo subsidiar essas cidades a estabelecerem um protocolo clínico a ser utilizado pela atenção básica de saúde. De forma semipresencial e com duração de oito meses, um dos destaques foi a produção dos manuais de Epidemiologia Ambiental para nível superior e médio, e a Cartilha “Morando em Área Contaminada e Cuidando da Saúde”, para a população.

 

Cartilha foi distribuída aos moradores e utilizada na CF 2016

EQUIPE – Com selo da Editora Universitária Leopoldianum da UNISANTOS, as publicações tiveram a coordenação dos professores doutores Alfésio Luís Ferreira Braga, Lourdes Conceição Martins e Luiz Alberto Amador Pereira, que foram os responsáveis pelo conteúdo do curso ao lado do professor doutor Fábio Kummrow, da Unifesp de Diadema. Além dos docentes da UNISANTOS, contou com a colaboração da coordenadora da Câmara Técnica de Resíduos Sólidos da ABES- SP e da Câmara Técnica de Saúde Pública, a engenheira Roseane Maria Garcia Lopes de Souza.

 

RELATÓRIO- Elaborado e Organizada pelo Departamento de Saúde Ambiental, do Trabalhador e Vigilância das Emergências em Saúde Publica (DSASTE) da Secretária de Vigilância em Saúde (SVS), do Ministério da Saúde, o documento tem como objetivo dar visibilidade e alertar a população sobre ações realizadas no Brasil.