A partir do dia 19 de outubro, a UNISANTOS passa a atender as necessidades de atividades presenciais emergenciais da área da Saúde. Para essa retomada excepcional, todos os protocolos de segurança foram adotados, de acordo com as orientações das autoridades de Saúde. A programação das atividades será informada aos estudantes pelos respectivos coordenadores dos cursos.

1. As máscaras faciais são de uso obrigatório.

2. Deve-se observar o distanciamento de 1,5 m e evitar a formação de aglomerações.

3. Estão disponibilizados água e sabão, além de álcool em gel 70%, para higienização das mãos.

4. Será aferida a temperatura corporal de todos que circularem pelos campi. Quem apresentar temperatura superior a 37,5º C, ou qualquer outro sintoma de Covid-19, será orientado a procurar imediatamente os serviços de saúde.

1. Distribuidores de álcool em gel para desinfecção estão instalados nos campi.

2. Postos de triagem para aferição da temperatura também estão disponíveis.

3. Os espaços da Universidade passam a ter ocupação adequada às novas necessidades.

4. O distanciamento adequado entre as pessoas está demarcado em toda a Universidade.

5. Cada ambiente tem a indicação do número máximo de pessoas, respeitando-se o espaçamento de 1,5 m.

1. Pessoas que pertencem a grupos associados à mortalidade pelo coronavírus (imunossuprimidos, maiores de 60 anos, gestantes, transplantados, cardiopatas, diabéticos, hipertensos, debilitados, obesos e portadores de doenças respiratórias crônicas, como bronquite e bronquiolite).

2. Quem convive com pessoas maiores de 60 anos e com comorbidades (ocorrência de duas ou mais doenças relacionadas no mesmo indivíduo e ao mesmo tempo).

3. Portadores de sintomas relacionados à Covid-19 (febre, tosse, dificuldade para respirar, dores musculares, dor de cabeça, dor de garganta, coriza e diarréia).

4. Quem teve contato próximo, nos últimos 14 dias, com pessoas devidamente diagnosticadas para o coronavírus.

1. O atendimento aos estudantes, nos campi, será feito fora do espaço da biblioteca.

2. Os atendimentos serão às terças e quintas-feiras, das 10h às 14h e das 16h às 19h.

3. Haverá plantões para atendimento aos usuários com agendamento.

4. Não haverá acesso presencial às bibliotecas. O pessoal do setor permanecerá na guarita do campus para fazer a entrega ou recebimento (devolução de livros emprestados) em horário agendado.

5. Os agendamentos serão feitos mediante solicitação de empréstimo e reserva, por e-mail ou telefone.

6. As guaritas serão utilizadas como ponto de referência para empréstimo e devolução dos livros.

7. O atendimento será, exclusivamente pelas guaritas, e o empréstimo será feito dentro dos procedimentos normais do sistema Pergamum.

8. Poderão ser retirados até oito itens.

9. O prazo para empréstimos será de 15 dias para docentes e sete para estudantes. Em ambos os casos, podem ser feitas até dez renovações, desde que não haja reserva prévia do material.

10. Serão utilizados os computadores já existentes nas guaritas dos campi para dar baixa no material devolvido e para novos empréstimos (requer senha do estudante).

11. Após devolução, o livro ficará em estante reservada pelo período de cinco dias, sem a possibilidade de ser manuseado até o prazo de quarentena exigido.

12. O pessoal que irá manusear os livros devolvidos deverá utilizar Equipamento de Proteção Individual (EPI), como máscara, luvas e avental descartável.

13. A entrega dos livros aos estudantes será feita em sacolas plásticas.

14. O recebimento dos livros (devolução) será feito por pessoal com EPI.

15. Os livros devolvidos serão depositados em estantes próprias, preferencialmente em local mais arejado, por um período de cinco dias.

16. Os livros que circularem nesse período, no ato da devolução ficarão separados em estantes próprias e só serão emprestados novamente após o período de quarentena de cinco dias.

1. Recomenda-se a higienização das mãos ao entrar no laboratório, antes de ir para as bancadas. Caso o estudante saia do laboratório, terá de se higienizar novamente.

2. Recomenda-se que o álcool em gel não seja usado nos laboratórios de Química.

3. A utilização de máscaras é obrigatória durante todo o período de aula, tanto pelos estudantes quanto pelos docentes.

4. Nos laboratórios, todas as atividades serão feitas em grupo, com exceção das microscopias. É recomendável a diminuição da quantidade de estudantes por bancada, para se evitar aglomeração, e que seja mantido distanciamento de 1,5 m entre eles.

5. Apenas um estudante de cada bancada exercerá a função de pesagem ou pipetagem durante a aula. Como alternativa, um estudante pode pipetar e outro pesar.

6. Cada bancada contará com suas pipetas e espátulas. Para evitar o trânsito de estudantes pelo laboratório, cada um levantará sozinho e o próximo aguardará sua vez na respectiva bancada.

7. Os estudantes das bancadas deverão estar com as mãos higienizadas. Cada um ficará responsável por um equipamento.

8. Durante a aula, recomenda-se colocar papel toalha entre o braço e a braçadeira do esfigmomanômetro, e não compartilhar estetoscópio.

9. Apenas um estudante fará a utilização de cama e maca para evitar possível contaminação cruzada. Caso seja necessário a utilização por mais de um estudante, o docente deverá informar para que uma pisseta com álcool e pano sejam disponibilizados para a higienização.

10. Na divisão de tarefas, um estudante da bancada deve ficar responsável pela marcação das vidrarias ou placas.

1. Uso de máscara o tempo todo nos ambientes.

2. Higienização frequente das mãos com álcool em gel 70%.

3. Respeito às regras de distanciamento social de 1,5 m em todos os locais.

4. Utilização de garrafa de água individual.

5. Evitar a troca de equipamento, a não ser quando necessário.

6. Só devem ser utilizadas as cadeiras e computadores disponíveis, respeitando-se o distanciamento preestabelecido.

7. Continua proibido o consumo de alimentos e bebidas.