COMEMORAÇÃO – No Dia de Santo Ivo, patrono dos estudantes de Direito, acadêmicos falam sobre a profissão

Diversos profissionais de destaque  no cenário nacional estudaram na Faculdade de Direito

A importância do direito para a sociedade, o senso de justiça, a paixão pelo exercício profissional e a oportunidade de contribuir para a garantia dos direitos individuais foram algumas das motivações que fizeram com que Gabriel Leite Carvalho, Almir Luan Mirisola de Jesus e Monyque Silva Lourenço Lodi optassem pelo curso de Direito. No Dia de Santo Ivo (19 de maio), patrono dos estudantes de Direito, eles comentam sobre a escolha pela profissão e pela UNISANTOS, além das expectativas em relação à carreira jurídica.

 

Gabriel Carvalho

“Eu sentia que o Direito seria o campo que mais iria me aproximar dos problemas que enfrentamos em diversas esferas da sociedade, algo pelo qual sempre tive interesse”, diz o estudante do 3º semestre, Gabriel Carvalho.  Sua expectativa vai sendo consolidada nas experiências durante as aulas e no estágio que já iniciou. Ele ressalta o ambiente de respeito entre os estudantes e docentes não só durante as aulas, como um diferencial nos estudos. “Cada um possui um ponto de vista diferente sobre determinado assunto e os debates que surgem são muito enriquecedores, já que não se limitam apenas à sala de aula. A maioria sempre está disposta a ouvir o outro”.

 

FUTURO – Com muito planejamento e organização nos estudos, Gabriel Carvalho quer construir uma carreira na Defensoria Pública. Sobre a escolha pela UNISANTOS, ele destaca que a instituição é reconhecida e tem muitos diferenciais. “Vi que a UNISANTOS possuía muitas possibilidades de pesquisa e intercâmbios. Além disso, me atraí pelos serviços que ela presta à comunidade”.

 

Almir de Jesus

Para Almir de Jesus, do 5° semestre, o interesse pelo direito teve início no ensino médio, por meio de um trabalho sobre carreiras profissionais. “Todos os meus colegas já sabiam que curso iriam fazer. No final do ensino médio é que acabei conhecendo o direito e comecei a gostar”, diz o estudante que pretende atuar inicialmente na área penal e seguir, posteriormente, na carreira jurídica.

 

Sobre o curso da UNISANTOS, Almir ressalta que tem sido uma ótima experiência e que tem gostado bastante. Segundo ele, o direito é a ciência da realidade e tem uma grande importância na sociedade. “Agora, na pandemia, sempre algo se refere ao direito, como os decretos ou o que o presidente e governador podem e não podem fazer. O direito te dá muito conhecimento e poder, o que consequentemente pode o tornar perigoso também”, reflete.

 

Monyque Lodi

DIÁLOGO – A curiosidade pelas motivações que tornaram a nossa sociedade o que ela é hoje e o amor pelos direitos humanos foram as razões pelas quais Monyque Lodi decidiu cursar Direito. “Eu comecei a ler muito sobre o assunto, conversar com meus professores sobre isso e eles me orientaram”, conta a estudante.

 

Entre os diferenciais que ela cita na UNISANTOS está o corpo docente, que é atencioso e aberto ao diálogo permanente. “Principalmente nesse período de quarentena foi necessária uma adaptação muito grande. Mas, eles sempre foram pacientes e abertos a sugestões”, ressalta Monyque, que dedica todos os dias um período para os estudos, antes ou depois das aulas. Sobre os projetos, diz que são muitos. “Eu tenho uma lista de projetos para minha carreira, mas em primeiro lugar é passar na OAB e em seguida tentar um cargo público”, finaliza.

 

Professora Renata Bonavides

Diretora da Faculdade de Direito, a professora doutora Renata Soares Bonavides destaca que o curso coleciona o maior número de selos do OAB Recomenda, certificação de qualidade emitida pela Ordem dos Advogados do Brasil. Ela também ressalta que o curso, que tem a nota máxima do MEC, é reconhecido pelo alto índice de aprovação em concursos públicos e na prova da OAB.

 

DIFERENCIAIS – Entre os diferenciais, a professora Renata Bonavides elenca os projetos de extensão que proporcionam estágio no Juizado Especial Cível, no Núcleo Especial Criminal (Necrim) e no Escritório Modelo de Assistência Judiciária (EMAJ). Outro destaque são os seminários abertos de Direito Contemporâneo que oferecem ao estudante um contato maior com a profissão, expandindo os seus conhecimentos.

 

A professora Renata recorda com alegria dos egressos que retornam todos os anos para compartilhar as vitórias. “Temos informações de vários egressos aprovados em concursos púbicos da magistratura, promotoria, procuradoria, defensoria e para delegados, entre outros. Temos muitos que abriram os seus escritórios e muitos estão em empresas com cargos de destaque. Muitos retornam à UNISANTOS para cursarem pós-graduação, mestrado e doutorado, além de participarem dos Seminários de Direito”.

 

Capela Santo Ivo, no Campus Boqueirão

SANTO IVO – Considerado “patrono dos estudantes”, “padroeiro dos advogados” e “advogado dos pobres”, Santo Ivo nasceu em Bretanha, na França, em 1253. Formou-se em Filosofia, Teologia, Direito Eclesiástico e Civil. Foi aluno de Santo Tomás de Aquino e São Boaventura. Mesmo depois de se tornar padre, continuou advogado. Transformou o solar que recebeu dos pais em hospital, asilo e creche. No mesmo espaço, advogava para os pobres e desamparados.

 

Em homenagem a Santo Ivo, a UNISANTOS construiu uma capela com o seu nome, no Campus Boqueirão, na Faculdade de Direito, aonde são realizadas missas semanais e momentos de oração.