Pesquisa

Cooperação Técnico-Científica

CONVÊNIO USP-ENGENHO DOS ERASMOS
A Universidade Católica de Santos e a USP mantêm convênio inédito para programa de estágio no Monumento Nacional Ruínas Engenho São Jorge dos Erasmos. Com isso, alunos dos cursos de História, Ciências Biológicas, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Engenharia Ambiental e Jornalismo poderão desenvolver projetos, com bolsas de estudos, em uma área caracterizada como base avançada de pesquisa, cultura e extensão.

Situado na divisa entre os municípios de Santos e São Vicente, o Engenho dos Erasmos, como é conhecido, é o primeiro de cana de açúcar do País e documento número um da história quinhentista. A história da UniSantos com o monumento já tem mais de 10 anos, sendo que em maio de 1999 foi formalizado um primeiro convênio acadêmico, com o objetivo de agilizar as pesquisas arqueológicas e históricas no local. Neste período, inúmeros projetos foram desenvolvidos por pesquisadores e alunos da Católica de Santos.

NÚCLEO TELESSAÚDE CATÓLICA DE SANTOS
A Universidade Católica de Santos, a partir do Termo de Cooperação com o Programa Nacional Telessaúde Brasil Redes – Núcleo São Paulo, estruturou o Núcleo de Telessaúde Católica de Santos. Com essa iniciativa, a Universidade tem como objetivos:
• consolidar o histórico de sua ação comunitária, ressaltando seu caráter confessional;
• ampliar os espaços de interação com a estrutura de saúde regional, consolidando os cursos vinculados à Saúde, tanto em nível de Graduação quanto em Pós-Graduação;
• contribuir para o desenvolvimento do conhecimento, em parceria com centros de excelência, propiciando melhorias regionais.

O Programa Nacional Telessaúde Brasil Redes (normatizado pela Portaria nº 2.546, de 27 de outubro de 2011) dá apoio à consolidação das Redes de Atenção à Saúde, ordenadas pela Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). As ações do Telessaúde pautam-se pela perspectiva de mudanças de práticas de trabalho que resultem em efetiva melhoria na qualidade do atendimento ao usuário.

O Núcleo de Telessaúde Católica de Santos tem como missão participar do desenvolvimento contínuo dos profissionais de Saúde das redes municipais do setor na Baixada Santista, utilizando infra-estrutura de informática e de telecomunicação, tais como biblioteca virtual, videoconferência, canais públicos de televisão, vídeo streaming e chats. Em trabalho conjunto com os municípios participantes do programa, o núcleo abordará temas emergentes de interesse da comunidade, de modo a garantir a educação em Saúde para toda a coletividade.

Equipe gestora
Prof. Dr. Paulo Angelo Lorandi
Profª. Drª. Lourdes Conceição Martins
Prof. Me. Cezar Henrique de Azevedo
Profª. Me. Luzana Mackevicius Bernardes
Prof. Me. Paulo Borsen
Prof. Me. Cesar Bargo Perez

Contato: telessaude@unisantos.br

PARQUE TECNOLÓGICO DE SANTOS
O Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas (Ipeci) da Universidade Católica de Santos integra o Parque Tecnológico de Santos, que é formado por um complexo de áreas descentralizadas nos bairros do Valongo, da Vila Mathias e da Vila Nova. O Parque Tecnológico foi criado com o objetivo de promover a pesquisa e a inovação voltadas à produção de bens, serviços e métodos.

O Campus D. Idílio José Soares (Vila Mathias), com 41 mil m² de área total, no edifício da Administração Central da Universdade, está em área escolhida para acolher as futuras empresas do Parque. O Ipeci, maior e mais importante Instituto de Pesquisas vinculado ao Parque Tecnológico, articula toda a gama de pesquisadores e recursos laboratoriais da Universidade Católica de Santos, empreendendo projetos inovadores em parceria com as empresas.

Em 2011, houve um trabalho intenso do Ipeci, no sentido de levantar dados referentes à estrutura institucional para atender às demandas da equipe de consultores contratada pela Prefeitura Municipal de Santos para desenvolvimento do Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação  do Parque Tecnológico de Santos. Esse envolvimento está diretamente relacionado ao fato de a representação institucional no Conselho Técnico do parque se dar por meio da diretoria do Ipeci.

As informações solicitadas visavam mapear as competências das instituições de ensino integrantes do Parque Tecnológico quanto ao vetores de desenvolvimento de Santos:
• Meio Ambiente;
• Química;
• Oceanografia, Geologia e Geofísica;
• Informática e Computação;
• Ciência dos Materiais;
• Energia, Petróleo e Gás;
• e Engenharia.

Em dezembro de 2011, o reitor da Católica de Santos, Prof. Me. Marcos Medina Leite, e a Pró-Reitora Administrativa da Universidade, Profª. Me. Mariângela Mendes Lomba Pinho, foram empossados membros do Conselho Administrativo da Fundação Parque Tecnológico de Santos, em cerimônia realizada na Prefeitura de Santos.